MP Antifraudes é aprovada em definitivo pelo Senado

Com 55 votos favoráveis e 12 contrários, o Senado aprovou a medida provisória com novas regras de combate a fraudes no recebimento de pensões e aposentadorias, passo preliminar para o avanço da reforma da Previdência.

A Medida do governo teve a relatoria do Deputado Paulo Eduardo Martins, conhecido por ter sido o deputado que pôs fim ao imposto sindical e tem se mostrado especialista em articulações de reformas desta magnitude.

Graças a demora na instalação da Comissão, por muito pouco não perdeu sua validade, o prazo para definição era hoje (3) e com muito esforço de articulação, o senadores aprovaram a medida.

A intenção do governo é economizar R$10 bilhões ao ano com combate a fraudes e corte de benefícios irregulares. A medida é considerada fundamental para a Reforma da Previdência.

Além do corte de irregularidades, a medida acaba com o poder dos sindicatos nos processos de aposentadoria rural e praticamente inviabiliza o inaceitável “Auxílio-Reclusão”.

Esta é a maior vitória do Governo Bolsonaro até agora; pelo twitter, o presidente da República parabenizou os parlamentares envolvidos na aprovação da matéria, em especial o relator: