Justiça diz que ex-PSOL que atentou contra Bolsonaro tem doença mental e não pode ser punido

O juiz federal Bruno Savino, da 3ª Vara da Justiça Federal de Juiz de Fora, MG, decidiu que Adélio Bispo não pode ser punido criminalmente.

Adélio foi o responsável pela facada que quase ceifou a vida de Jair Bolsonaro durante a corrida presidencial em 2018.

Adélio foi filiado ao PSOL durante muitos anos antes do atentado.

Com informação dO Globo.