Protesto de ‘estudantes’ teve imagem de presidente com “cabeça decepada”

É muito comum de se encontrar em frases e falas de cidadãos de esquerda, pedidos de “mais amor” ou opiniões bastante duras contra os ditos “discursos de ódio”.

O fato é que, o que acontece quando – quase sempre – ocorre uma manifestação totalmente agressiva e odiosa do lado canhoto do espectro político, é o silêncio.

Nesta semana, durante os protestos que mais pediam por “Lula Livre” do que qualquer assunto relacionado à Educação em si, diversas mensagens de ódio foram destinadas ao presidente.

Uma das mais indignantes, é essa onde um aluno de Pedagogia da Universidade do Acre, chamado de Hueslei Cerqueira, segura um cartaz com a cabeça do presidente decepada e a mensagem que encabeça o cartaz é “O único corte que eu quero”. Dá pra ser mais odioso que isso?

O estudante até tentou se explicar na internet: