Ministro da Educação: “As universidades têm que respeitar as leis e, se preciso, a polícia vai entrar sim na universidade”

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi bastante enfático ao defender a postura do governo atual em relação à Educação no plenário da Câmara.

Abraham deixou bastante claro aquilo que a esquerda se recusa a admitir, que “o atual governo, que tem quatro meses, não é responsável pela atual situação” da Educação no Brasil. isso é claramente um resultado de 16 anos de ingerência petista.

“Precisamos analisar o que foi feito, como foi feito, para corrigir o rumo. Sem revolução, sem briga, sem intolerância” continuou.

E finalizou: “As universidades têm que respeitar as leis e, se preciso, a polícia precisa entrar sim na universidade”.

Com informação dO Antagonista.

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

9 Comentários em Ministro da Educação: “As universidades têm que respeitar as leis e, se preciso, a polícia vai entrar sim na universidade”

  1. JUVENTUDE MANIPULADAS POR IDÉIAS ROMÂNTICAS DE COMUNISTAS E USAM E DEPOIS DESCARTAM AO BEL PRAZER !!!!ILUDEM OS JOVENS E QUANDO CHEGAM NO PODER DÃO MIGALHAS POIS A CORRUPÇÃO ESTA TAMBÉM DENTRO DAS UNIVERSIDADES SÓ OS DELES SÃO BENEFICIADOS E OS JOVENS ACHAM QUE VAI REALMENTE PARA O ENSINO MAS É PARA PAGAR OS QUE SÃO CABEÇAS PARA CUIDAR DO REBANHO SUBMISSO!!! AS UNIVERSIDADES VIRARAM QUARTEL GENERAL DOS COMUNISTAS BURGUESES ONDE USAM TODO O POTENCIAL SORDIDOS PARA ALICIAR OS JOVENS!!!

  2. Parabéns Sr. Ministro ! É necessário Pulso Firme e Braço Forte.
    Os estudantes esclarecidos, que entendem o valor da educação acadêmica, jamais darão ouvidos aos esquerdopatas, que em 16 anos conseguiram falir o Brasil. Roubaram tudo !!!
    Só resta a vontade de consertar os estragos e ver a justiça prendendo os responsáveis pela
    desgraça que impuseram ao Brasil e aos brasileiros.

    ” BRASIL ACIMA DE TUDO … DEUS ACIMA DE TODOS “

  3. Aqui em Brasília, vende se bebidas alcoólicas em período de comemoração. Tem ainda plantio de maconha nas dependências. UNB. É só pesquisar aí. Adivinha prq ñ querem a polícia por perto? Tá cheio de Santo lá dentro kkkkk

  4. Já passou do tempo de tratarem esse banco de “””intelectuais””” da forma que merecem…..tem que cortar recursos deles e repassar direto para a base do ensino…pois é na base que se prepara realmente cidadãos que ao chegar na universidade terão capacidade de absorverem o que presta e o que não presta quando esse banco de professores esquerdistas tentarem passar para eles a ideologia maligna que eles decantam….
    Deveria é cortar totalmente o recurso e diminuir o salário deles para eles sentirem na pele como é a vida daqueles milhões de brasileiros que trabalham para produzir riqueza para esse país e que com os impostos que pagam o governo repassa para eles, universitários, a títulos de salário.

  5. As autoridades precisam ser firmes e precisam seguir as leis que existem aos montes. Inclusive dentro das Universidades. Tambem eh preciso identificar os que se entitulam “estudantes” e punilos de forma adequada com a perda de “investimentos” quais sejam as bolsas ou descontos ate a expulsao destes meliantes. Aos poucos vamos colocar a cada em ordem.

Deixe uma resposta