Manifestação esquerdista termina com confronto e incêndio no Rio de Janeiro

A manifestação esquerdista contra os cortes na Educação, e que na verdade era só mais um motivo para manifestantes gritarem “Lula Livre”, não terminou bem no centro do Rio de Janeiro.

Um ônibus pegou fogo por volta das 20h, na avenida Presidente Vargas, local onde a manifestação esteve concentrada durante o dia.

Relacionados:  Temendo beneficiar Bolsonaro, UNE não quer greve estudantil

Pouco tempo antes, um grupo de manifestantes mascarados entrou em confronto com a polícia militar, que retribuiu os ataques com bombas de gás.

Até o momento, não foram divulgadas as causas específicas do incêndio.

Relacionados:  Deputada comunista curte tweet afirmando que Brumadinho merece tragédia por ter votado em Bolsonaro

Com informação do Estadão.