Governo do Paraná descontará dos professores por paralisação de quarta-feira

O Governador Ratinho junior, do Estado do Paraná, decidiu descontar do salário dos professores que participaram da manifestação na quarta-feira.

Conforme informa a Gazeta do Povo, “Segundo estimativas da APP-Sindicato, entidade que representa a categoria, cerca de 50% dos professores teriam aderido à mobilização. Já a Secretaria de Estado da Educação (Seed) diz que 2,5% das escolas estaduais tiveram paralisação total, enquanto as unidades com paralisação parcial representariam 6,9%”.

O presidente da APP Sindicato, no entanto, afirmou que irá reivindicar do governo a reposição das horas não trabalhadas: “É um dia de mobilização nacional pela educação, temos o direito de manifestação e de greve com o compromisso de que nenhum estudante será prejudicado em termos de conteúdo”.

Com informação da Gazeta do Povo.

13 Comentários em Governo do Paraná descontará dos professores por paralisação de quarta-feira

  1. ta certo o governador tem que desconta mesmo…tanta gente aí não tem onde morar não tem o que comer …e esses professores tem emprego tem salário todo mes e fica aí fazendo essas porcaria de greve

  2. Esses professores mais sindicato deveriam ter vergonha na cara…fazem paralisação a pretexto de defesa da educação….hipócritas…porque nunca fizeram paralisação exigindo do governo providencias para com respeito a uso de drogas que é estampado de forma vergonhosa por quem passa por lá…porque não fazem paralisação exigindo do governo para corrigirem a falta de qualidade do ensino na base (que é o primário, secundário…etc)…porque não fazem paralisação exigindo que os governos municipais, estaduais e federal passem a dar qualificação dos professores da base…porque não fazem paralisação exigindo do congresso leis que punam os alunos que só ficam em sala de aula fazendo tumulto, influenciando mal e incitando aqueles que só querem ir lá para aprender….porque não…porque não…enfim, são tantos os motivos pelos quais eles deveriam fazer paralisação e não fazem, por mera hipocrisia deles….são “intelectuais” hipócritas….estão interessados somente em ganhar bem e nada mais….o resto que se dane….como dizia Jesus Cristo aos sacerdotes…o mesmo pode-se dizer dos professores universitários hoje….são raça de víboras…

    • Faltou no seu texto a palavra MERCENÁRIOS. alguns são filhos mimados de seus sindicatos. Tá na hora dos pais ir lá fazer manifestação no portão das escolas pedindo que estes poucos “professores” deem aula e parem de ideologia política mercenária. Existe uma minoria nessa profissão que tem vocação isto está explícito. Muitas funções públicas são sacerdócio. Odeio ficar comentando essas coisas, mas esse assunto já passou do limite greve greve greve….se toda profissão fizesse isso seria um caos. Uma greve lá de vez enquando tudo bem mais toda hora chega encher o saco.

  3. Messias Éder Tibiriçá, comunista não tem caráter, quanto mais vergonha na cara! Os líderes dessa movimentos são verdadeiros canalhas, fazem qualquer coisa pela “causa”. A mentira é um dos instrumentos dessa ideologia nefasta. Tais líderes são canalhas e quem os segue sem entender o que se passa são alienados, massa de manobra, facilmente manipulados por esses movimentos e por parte da mídia que os apoia.

Deixe uma resposta