Bolsonaro chama manifestantes de “idiotas úteis”

Bolsonaro, diretamente de Dallas, foi bastante categórico em afirmar que os manifestantes da data de hoje são “idiotas úteis” e “massa de manobra”.

“É natural, é natural, mas a maioria ali é militante. Se você perguntar a fórmula da água, não sabe, não sabe nada. São uns idiotas úteis que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo das universidades federais no Brasil”.

Conforme noticiado pelo República de Curitiba, os manifestantes logo mostraram o verdadeiro motivo para estarem nas ruas: gritar ‘Lula Livre’.

Com informação dO Antagonista.

11 Comentários em Bolsonaro chama manifestantes de “idiotas úteis”

  1. …Bolsonaro…diga se de passagem Presidente da Republica do Brasil…, afinal ele é ou não o Presidente…?…bota a patente ou…

    • Meu filho estuda em uma das melhores Universidade Federal em São Paulo, sem cotas ou coisa parecida, ganho dois salario minimos e torço pelo meu país. Meu filho no dia de hoje, passou o dia estudando, porque como eu, torce pelo pais, estudantes façam o mesmo, estudem e lute pelo seu pais sem doutrinação.

  2. Ele tem razão, tá claro que.o PT está por trás dessa manifestação pro lula, como.sempre,TD q tem.pt vira vandalismo , zona, baderna, não satisfeitos de quase destruir o país e acabar com a educação, um partido que em nada soma ou traz benefícios ao país…um verdadeiro atraso de vida… Meu apoio ao presidente Bolsonaro!

  3. Cada vez que vejo esses estudantes sendo manobrados para o poder escuso da esquerda, só lamento, e vejo lá frente, quanto eles também lamentarao…

  4. IDIOTAS UTEIS E MASSA DE MONOBRA, É EXATAMENTE ISSO QUE ESSES PILANTRAS
    SÃO, NÃO TEM ESTUDANTE SÉRIO NO MEIO DESSE BADERNISMO TODO, AI ESTA O
    RESULTADO DAS TAIS DE COTAS, ONDE SE NIVELA POR BAIXO TODOS QUE ESTUDAM
    EM UNIVERSIDADES PUBLICAS, QUEM QUER BADERNAR, DEPEDRAR E SE FILIAR AO
    COMUNISMO DEVE DEIXAR A VAGA NA FACULDADE PRA QUEM REALMENTE QUER
    ESTUDAR E SER GENTE.

Deixe uma resposta para Cristina Rodrigues Cancelar resposta