Temendo beneficiar Bolsonaro, UNE não quer greve estudantil

A UNE, União Nacional dos Estudantes, negou que tenha interesse em promover e incitar uma greve nacional dos estudantes federais.

O motivo principal é o de que uma greve generalizada pode beneficiar Jair Bolsonaro.

No entanto, no dia 15, está convocada uma manifestação contra os cortes na Educação.

Recentemente, Bolsonaro passou uma rasteira na entidade que é comandada pelo PCdoB.

 

2 Comentários em Temendo beneficiar Bolsonaro, UNE não quer greve estudantil

Deixe uma resposta