Bolsonaro: “Quando acaba a saliva, entra a pólvora”

O presidente Jair Bolsonaro deixou bastante claro que o primeiro caminho para a solução de uma crise é a “saliva” ou seja, a diplomacia. E que quando essa se esgota, é que entra a ‘”pólvora”.

“Quando os senhores falham, entramos nós, das Forças Armadas. E, confesso, que torcemos, e muito, para não entrarmos em campo”.

“Eles que nos evitam entrar em guerra. Muito simples. Quando acaba a saliva, entra a pólvora. Não queremos isso. Temos que tentar a solução dos conflitos de forma pacífica, é isso. Se não tiver como, em um hipotético conflito, resolver na diplomacia, aí cada país decide se vai pelas últimas consequências ou não” concluiu o presidente.

Relacionados:  Partido de Marina vai ao STF para tentar impedir MP de Bolsonaro que corta "boquinha milionária" de jornais

No entanto, ao ser questionado se estava se referindo ao caso da Venezuela, o presidente afirmou que não.

Com informação dO Antagonista.