Ministro da Educação corta orçamento de universidades que “promovem balbúrdia”

O Governo decidiu parar de bancar o financiamento de “balbúrdia” e “eventos ridículos”, nas palavras do próprio ministro Abraham Weintraub.

A medida se justifica quando se analisa o plano de campanha de Jair Bolsonaro, que já previa o aumento de investimento em educação básica e creches.

A UNB se manifestou afirmando que “não promove eventos político-partidários”.

Conforme noticiado pelo República de Curitiba, Haddad esteve recentemente na UNB para transformar um debate em comício. Recentemente, Guilherme Boulos, líder do grupo MTST que promove invasões em imóveis, também esteve lá.

Com informação da Folha de São Paulo e dO Antagonista.