Gleisi sai em defesa de Maduro novamente

Conforme noticiado pelo República de Curitiba, o ditador Maduro colocou blindados para atropelar manifestantes contrários à ditadura.

Nesse contexto de medidas autoritárias e extremamente violentas, o PT de Gleisi Hoffmann saiu, obviamente, em defesa do tirano aliado.

“O Partido dos Trabalhadores condena a recente tentativa de golpe na Venezuela” diz o começo da nota oficial do partido.

Relacionados:  Bolsonaro diz que aceita conversar com Maduro, se o ditador estiver disposto a convocar eleições

“Estes grupos opositores tentam há anos derrubar o governo democraticamente eleito do Partido Socialista Unido da Venezuela. Seu fracasso em alcançar este objetivo é um resultado claro do apoio que o partido e seu governo tem junto às pessoas, após anos de políticas voltadas ao bem-estar da população e contrárias à exploração imperialista e das elites locais”.

É inacreditável o nível que os esquerdistas chegam para tentar validar a matança e carnificina que eles chamam de revolução socialista.

Relacionados:  Advogado diz ter nova testemunha que conecta PT como um dos mandantes de facada em Bolsonaro