CNMP abre processo contra Dallagnol após criticas a ministros STF

O procurador da República e coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, virou alvo de um processo administrativo disciplinar do Conselho Nacional do Ministério Público.

A medida se deu após Dallagnol criticar três ministro do STF durante uma entrevista à rádio CBN.

Dallagnol disse que Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski são “uma panelinha que manda uma mensagem muito forte de leniência a favor da corrupção”.

Ele continuou, afirmando que os ministros são “os três mesmos de sempre do Supremo (…), que tiram tudo de Curitiba e que mandam tudo para a Justiça Eleitoral e que dão sempre os habeas corpus”.

E concluiu: “Eu não estou dizendo que estão mal-intencionados nem nada, estou dizendo que objetivamente a mensagem que as decisões mandam é de leniência”.