Trans candidata pelo PSOL sai do partido e o acusa de “transfobia”

Duda Salabert foi a primeira transexual a concorrer ao Senado Federal, e fez isso sob a legenda do PSOL.

Acontece que agora, meses após a corrida eleitoral, Duda acaba de anunciar sua desfiliação do PSOL, mas não sem acusar o partido de “transfobia estrutural”.

“Deixo o PSOL por não concordar com a transfobia estrutural do partido. Enquanto mulher transexual, não posso endossar uma estrutura que se apropria da luta e da identidade trans para privilegiar figuras e candidaturas já privilegiadas. Deixo o PSOL por não concordar com a perspectiva antropocêntrica que estrutura o partido. Enquanto vegana, ambientalista e defensora dos direitos dos animais, não posso aceitar que a luta para difundir o respeito às vidas de todos animais fique em segundo plano. Deixo o PSOL também por não concordar com algumas diretrizes internas do partido”.

O PSOL soltou uma nota onde nega as acusações, mas que anuncia “tristeza” ao saber da desfiliação de Duda.

Com informação dO Globo.