Para garantir liberdade de expressão, Bolsonaro defende adaptar primeira emenda americana ao Brasil

Embora a mídia tenha tentado a todo custo imputar a alcunha de ‘ditador’ ou de ‘inimigo da democracia’, a verdade é que Bolsonaro não só desviou totalmente dos ataques, como também se posicionou a favor das liberdades de imprensa e de expressão.

“Acredito no Brasil e em suas instituições e respeito a autonomia dos poderes, como escrito em nossa Constituição. São princípios indispensáveis para uma democracia. Dito isso, minha posição sempre será favorável à liberdade de expressão, direito legítimo e inviolável”, disse Jair.

Relacionados:  Reforma da Previdência de Bolsonaro coloca aposentadoria de políticos igual à de cidadão comum

Mas não parou por aí. Segundo O Antagonista, Bolsonaro avalia uma adaptação da primeira emenda americana a fim de garantir a liberdade de expressão e de imprensa de modo inviolável aqui no Brasil.

Relacionados:  Governo Bolsonaro anuncia "plano estratégico" para melhorar o ambiente econômico

A extrema-imprensa chora. O jornalismo de verdade agradece.