Juíza aceita denúncia e torna petista réu pela 3ª vez em 20 dias

O ex-governador petista, Fernando Pimentel, que comandou o Estado de Minas Gerais de 2014 a 2018, virou réu pela 3ª vez na Justiça Eleitoral.

As três ações contra Pimentel ocorreram em menos de 20 dias. Na última, ele foi acusado de comandar um esquema de caixa dois usado para financiar sua campanha ao governo em 2014. Os valores passam dos R$ 3 milhões.

A juíza Luzia Peixoto, da 32ª Zona Eleitoral de Belo Horizonte, foi quem aceitou a denúncia contra o petista. Na sentença, consta que a denúncia foi pautada em “prova documental, como notas fiscais, planilhas e documentos eletrônicos”.

Relacionados:  PT quer cota para transexuais e travestis nas eleições de 2018. TSE vai analisar proposta

Com informação dO Antagonista.