‘Prefiro ir preso a me ajoelhar para a patrulha’, diz Danilo Gentili

Danilo Gentili deu uma entrevista ao programa de Rádio “Os Pingos nos Is”, da Jovem Pan, sobre a sentença estapafúrdia que o condenou a seis meses de prisão por uma piada contra a deputada defensora dos “Direitos Humanos”, Maria do Rosário.

“Ainda que eu vá preso, eu prefiro ir preso a me ajoelhar para a patrulha”, declarou o humorista e apresentador do SBT.

No vídeo pelo qual foi condenado, Gentili recebe uma notificação da deputada petista, esfrega em suas partes íntimas, coloca em um envelope e despacha de volta para o gabinete dela em Brasília. “Eu achei que era um protesto genuíno.”

Relacionados:  Zé de Abreu, que costuma cuspir em mulheres, é homenageado por Maria do Rosário em evento feminista

O humorista, que disse que soube da condenação por meio das redes sociais da rádio, também criticou os políticos.

“Essa classe política é autoritária e usa a máquina estatal para esmagar o cidadão. Eles falam o que querem. Quando a gente responde, é condenado à prisão.”

Com informações da Jovem pan e O Antagonista