Lula diz não ter mais dinheiro para pagar advogados

Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula, afirmou que o presidiário petista ao qual é subordinado não tem mais recursos para bancar os advogados.

“A empresa de palestra [Lils Palestras] não tem nenhum recurso mais. Todo recurso que ela tinha se gastou para pagar a defesa do Lula” disse Okamotto. A Lils, em questão, possui dois sócios, Lula que detém 98% da empresa e Okamotto com os outros 2%.

No entanto, conforme noticiado pelo República de Curitiba, no começo do ano foi organizado um leilão com fotos de Lula, evento este que rendeu, segundo os petistas, cerca de R$ 624 mil. E Okamotto afirma que pretende usar parte do dinheiro arrecadado para custear as despesas.

“Então a gente está estudando usar uma parte deste dinheiro [da venda das fotos] para pagar os advogados e a Lils. Devolver o dinheiro para a Lils do empréstimo que ela tinha feito para o instituto, para pagar os advogados”.

Quando ainda era juiz, Sergio Moro bloqueou quase R$ 10 milhões de Lula, além de quatro imóveis, dois veículos e os espólios de Marisa Letícia.

“Onde estão os bilhões de reais roubados por Lula e sua gangue? Não se sabe. O que se sabe é que brotou mais de meio milhão de reais num leilão de fotos Guilherme Fiuza.

Com informações da Folha.