Ministro Barroso faz alerta ao próprio STF: “Não podemos destruir as instituições”

O ministro Luís Roberto Barroso mandou um recado ao próprio STF. O caso ao qual o ministro se referiu foi a possível derrubada da prisão em segunda que pode beneficiar diretamente Lula.

Para ele, caso o STF entenda que essa é a melhor opção, será iniciada uma “crise institucional”.

“Acho que nós precisamos ter isso em conta porque as instituições são os pilares da democracia. Portanto, não podemos destruir as instituições nem as instituições podem se autodestruir” disse ele.

Relacionados:  Raquel Dodge quer inquéritos de Gleisi na Justiça comum

E continuou: “Você pode, eventualmente, ser contramajoritário, mas se repetidamente o Supremo não consegue corresponder aos sentimentos da sociedade, vai viver problema de deslegitimação e uma crise institucional”.

De fato, ao que parece, Barroso já compreendeu em que Brasil nós vivemos, e não no Brasil que aceita a impunidade.

Relacionados:  Pesquisa mostra que 56% dos brasileiros rejeitam decisão do STF de liberar presos em Segunda Instância

Com informação do Metrópoles.