Artistas silenciam após Haddad ser condenado por impulsionamento de fake news

Parece que, mais uma vez, o feitiço se virou contra o feiticeiro.

Até muito recentemente, mesmo que nenhuma prova tenha sido apresentada, era comum que artistas de esquerda e até mesmo políticos atribuíssem a digna vitória de Jair Bolsonaro ao WhatsApp. Essas personalidades com o entendimento de mundo completamente enviesado e altamente inclinado para a esquerda frequentemente, incapazes – ou fazendo vista grossa – de entender a verdade acusavam o cidadão que elegeu o presidente de ser um criminoso escondido atrás de uma tela.

Agora, conforme o República de Curitiba noticiou, Haddad foi condenado por impulsionamento de fake news contra Jair Bolsonaro durante a campanha. E claro, esses artistas, intelectuais e políticos, não só resolveram ignorar o assunto como também sumiram. Parece que soltaram a mão.

Relacionados:  Presidente do BNDES diz que banco financiou 130 jatinhos