Ex-governador petista, Fernando Pimentel, vira réu por lavagem de dinheiro

O petista Fernando Pimentel, que governou Minas Gerais por um breve período, mas suficiente para causar estragos ainda não resolvidos no estado, virou réu por lavagem de dinheiro e tráfico de influência.

As denúncias ocorrem na Operação Acrônimo, onde o petista tem mais três denúncias.

Pimentel foi acusado de não declarar recursos usados na campanha de 2014, que o colocou como governador de Minas até 2018, quando não conseguiu chegar nem no segundo turno devido à péssima gestão.

O processo corre na Justiça Eleitoral de Minas Gerais.

Com informação dO Antagonista.