General sobe o tom e quer o fim da manipulação ideológica nas universidades

O respeitado ministro-chefe da Secretaria de Governo, general Carlos Alberto dos Santos Cruz, falou sobre a manipulação ideológica com viés esquerdistas nas universidades brasileiros.

Santos Cruz defendeu que as universidades do Brasil não tentem “implantar” ideologias políticas em seus alunos, mas se foquem em ensinar princípios como honestidade, respeito e patriotismo. Como sempre deveria ter sido.

Durante uma aula magna na Universidade Santa Úrsula, no Rio de Janeiro, na noite de quarta-feira (20), o ministro afirmou:

“Não deixem que tentem fazer de vocês fantoches, não sejam manipulados por ideologia.”

E acrescentou:

“Eu vejo a educação, do ponto de vista pessoal, como sendo um processo onde você deixa o aluno se desenvolver para criar suas próprias conclusões. Não é você fazer um sistema onde, para garantir os seus interesses, o seu projeto de poder ou a sua ideologia, você manipula a mente do jovem.”

Com informações do UOL e Renova Mídia

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

12 Comentários em General sobe o tom e quer o fim da manipulação ideológica nas universidades

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk é mesmo? qual ideologia será daqui pra frente ! Cara o Face tinha bloquear vcs ! e já vou falar !

    • A ideologia do aprendizado, vocês saem mais burros do que quando entraram, e se não tiverem indicação, engrossam a fila dos sem empregos, capacidade de disputar o mercado de trabalho, vocês não tem, a areas afetadas pela doutrinação, tem os piores profissionais, isso se der pra dizer que formam profissionais..

    • Ideologia de aprender civismo, patriotismo, caráter, matemática, física, química, português etc e não ideologia socialista/marxista/comunista que sempre colocam na cabeça dos alunos, como se fosse a melhor coisa do mundo.

    • O General Santos Cruz, está coberto de razão, as nossas Universidades não estão formando profissionais e sim militantes de esquerda, deixam de intelectualizar para embrutecer seus alunos, formam-nos não para o processo profissional mas engrossar as fileiras dos defensores comunistas, para liderar a baderna a corrupção, destruir valores como patriotismo, ética, honra e dignidade, inverter a ordem e distorcer valores, mentir roubar e matar. Que essa ideologia comunista seja banida das salas de aulas e a substitua por educação moral e cívica, respeito a pátria e a sociedade. Parabéns General Santos Cruz.

  2. É incongruente e incompátivel com a vocação democrática do povo brasileiro, que os cofres públicos remunerem professores (socialistas/comunistas), que priorizam a manipulação ideológica dos jovens nas universidades. Tais professores devem ser banidos…

    • concordo de tira-lo pois digo é a única forma de pará-los ….uma vez comunista, sempre comunista.A ideologia foi implantada, porem, quem vai vigiá-los, para que eles, não ensine em sala de aula as escondidas. foram décadas, ensinando esta praga de socialismo-comunismo.
      MELHOR É MILITARIZAR TODAS AS ESCOLAS SEM EXCEÇÃO;. é unica coisa, a fazer, pois eles estão lá dentro, escondidos como uma cobra para minar as instituição e deixar seu veneno.
      conheço um professor aí do paraná.(maringá) socialista roxo, agora esta quietinho! (não subestime,. eles são perigosos no que diz respeito a sua ideologia)

  3. Excelente argumento…..Eu igualmente vejo a educação como ele vê, mas não conseguiria sintetiza do modo como ele sintetizou.

    E se realmente as Escolas deixarem de lado ‘o projeto de poder’, o qual visa implementar certa ideologia nas mentes dos estudantes, todos poderiam ganhar e contribuir para o crescimento harmonioso de todo o ser de um indivíduo, pois desse modo o aluno não teria sua mente manipulada, e seria capaz a pensar por si mesmo.

    Então em sã consciência, todos podemos concordar com esse ponto de vista do General Santos Cruz, o atual ministro-chefe da Secretaria de Governo.

    De fato, deveria ser um processo onde você deixa o aluno se desenvolver para criar suas próprias conclusões!

  4. Num espantoso erro/falha tático-estratégico (ou, foi proposital, caso ele tenha sido um cão-munista disfarçado/infiltrado), o general Golbery deixou a subversão correr solta nas universidades, sob desculpa/justificativa de que “se deveria deixar uma válvula na panela de pressão”. Ora, nas universidades se formam (formavam, acho) a elite dirigente do país. O resultado é que, há, já 50 anos que um moto contínuo de zumbis foi ativado e os primeiro zumbis (de)formam os atuais, posto que os primeiros são reitores, “mestres”(?) das univer”súcia”dades/fakus fede-rais e, infelizmente, tb, das partiuclares. São DEZ GERAÇOES de analfabetos disfuncionais com diploma de “kurçu çuperiô”. O flagelo é tao grande e consolidado que, dois animais, num artigo na falha de sunpaolo, em 2007, escreveram a quatro patas; “nem adianta a sociedade tentar reagir; há 40 anos estamos fazendo a cabeça do povo brasileiro para o ‘súci’alismo/cão-munismo. Tamus ferradus.

  5. Perfeita, Maria Zonzo, sua resposta a alguém que revela ” desconhecer” a ideologia alternativa àquela que até recentemente imbecilizou a juventude brasileira e é, sem dúvida, a causa maior de tanta miséria e desemprego, causados pela ausência no mercado de cidadãos competentes, cujo real conhecimento, na sua maioria, não se mostra à altura dos diplomas que auferiram. O que vai transformar essa triste e nefasta realidade brasileira é mesmo a “ideologia do aprendizado”, a qual, além de privilegiar um ensino sério e responsável, com o cumprimento integral a cada ano dos conteúdos programáticos, incluirá também os princípios da honestidade, do respeito e do patriotismo, muito bem lembrados por Santos Cruz. O novo governo de direita do Brasil, apesar dos continuados ataques e da imensa resistência de muitos, não perderá a oportunidade histórica que se lhe abriu de recolocar o Brasil no caminho da luz, da ordem e do progresso, depois de quatro décadas do mais absoluto obscurantismo.

  6. O Ministro está corretíssimo. Faculdades não são lugares para “lavagens cerebrais”. Quem faz isso são os Petralhas. Tenho dito. Mario Carneiro.

Deixe uma resposta