Rodrigo Maia desqualifica pacote anticrime e Moro responde de maneira firme

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, desqualificou o pacote anticrime apresentado por Sergio Moro. Na sequência, ainda, o parlamentar chamou o ministro de “funcionário” de Bolsonaro.

“O funcionário do presidente Bolsonaro? Ele conversa com o presidente Bolsonaro e, se o presidente quiser, ele conversa comigo. Eu fiz aquilo que eu acho correto [sobre a proposta de Moro]. O projeto é importante, aliás, ele está copiando o projeto direto do ministro Alexandre de Moraes. É um copia e cola” disse Maia.

E continuou: “Eu sou presidente da Câmara, ele é ministro funcionário do presidente Bolsonaro. O presidente Bolsonaro é quem tem que dialogar comigo. Ele está confundindo as bolas, ele não é presidente da República, ele não foi eleito para isso. Está ficando uma situação ruim para ele”.

Relacionados:  Brilhante, Moro apresenta números e destroça tese petista em plena CCJ

Sergio Moro, destemido porém extremamente educado, respondeu aos ataques com uma nota, que segue abaixo:

“Sobre as declarações do Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, esclareço que apresentei, em nome do Governo do presidente Jair Bolsonaro, um projeto de lei inovador e amplo contra crime organizado, contra crimes violentos e corrupção, flagelos contra o povo brasileiro. A única expectativa que tenho, atendendo aos anseios da sociedade contra o crime, é que o projeto tramite regularmente e seja debatido e aprimorado pelo Congresso Nacional com a urgência que o caso requer. Talvez alguns entendam que o combate ao crime pode ser adiado indefinidamente, mas o povo brasileiro não aguenta mais. Essas questões sempre foram tratadas com respeito e cordialidade com o Presidente da Câmara, e espero que o mesmo possa ocorrer com o projeto e com quem o propôs. Não por questões pessoais, mas por respeito ao cargo e ao amplo desejo do povo brasileiro de viver em um país menos corrupto e mais seguro. Que Deus abençoe essa grande nação”.

Relacionados:  Da cadeia, Lula pergunta a aliados sobre atuação de Moro no Senado

Rodrigo Maia pode ter esquecido que ao mexer com Moro, mexe com todos os brasileiros de bem.

Com informação dO Antagonista.