Petistas defendem Temer e questionam intenções da Lava Jato em prender o ex-presidente

Os petistas, que acreditaram que o impeachment de Dilma era um golpe (mesmo com toda a ingerência da petista) passaram os últimos anos pedindo “Fora, Temer”.

Agora, ao que parece, eles decidiram mudar a narrativa, e as redes e políticos petistas saíram em defesa de Temer e contra a Lava Jato.

“A prisão de Temer é uma tentativa da Lava Jato (e de Moro) saírem das cordas”, disse o Diário do Centro do Mundo.

“Prisão de Temer é presente para Bolsonaro”, relatou o site Brasil 247.

Já os políticos petistas, como Jaques Wagner, Maria do Rosário e a própria direção nacional do partido se pronunciaram em defesa do ex-presidente.

“Me preocupa muito esse ambiente de caça às bruxas dos políticos”, disse o petista Jaques Wagner.

“Mais um gesto midiático”, disse Maria do Rosário atacando a Operação Lava Jato.

Já o site oficial do partido, afirma em nota que a “Lava Jato e seu comandante, Sergio Moro, travam hoje uma encarniçada luta pelo poder contra o Congresso, o Supremo Tribunal Federal e a cúpula da PGR”.

Na realidade, conforme já noticiado pelo República de Curitiba, a prisão de Temer deixou os petistas em alerta, pois existem fortes sinais de que Dilma será a próxima.

Com informação do Renova Mídia.