Justiça nega pedido de soltura de Beto Richa

O Tribunal de Justiça do Paraná negou o pedido de liberdade do ex-governador Beto Richa.

A decisão, proferida pelo juiz Mauro Bley Pereira Junior afirma que a prisão preventiva foi “devidamente fundamentada e atende às peculiaridades do caso, não cabendo, por ora, sua modificação, tendo em vista que o impetrante não trouxe qualquer alteração da situação fática ou elemento novo capaz de deferir a liminar pleiteada”.

O pedido da defesa constituía em defender medidas “menos gravosas” que a prisão preventiva.

Apesar da decisão, o juiz Mauro Bley Pereira Junior abriu o prazo de cinco dias para que o juiz Fernando Bardelli Silva Fischer, da 9ª Vara Criminal de Curitiba – responsável pela prisão de Richa – se pronuncie sobre a decisão.

Com informação do G1.