Bolsonaro cria equipe para analisar questões do ENEM 2019

Muitas mudanças, e em diversas áreas, estão ocorrendo durante o governo Bolsonaro, e a Educação não fica fora dessas medidas.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, INEP, nomeou uma comissão para analisar questões ideológicas na prova do ENEM.

A comissão já havia sido criada em fevereiro, e agora serão 10 dias de análise. O principal foco de análise do grupo será a “ideologia de gênero”.

“As questões dissonantes serão separadas para posterior adequação, testagem e utilização, se for o caso. Todo o trabalho respeitará a Matriz de Referência do Enem, os parâmetros para garantir o cálculo de proficiências, o equilíbrio da prova com a de edições anteriores e a segurança. Os participantes podem ficar tranquilos, pois nada disso afetará seu desempenho e suas oportunidades de acesso à Educação Superior” explicou o presidente do INEP, Marcus Vinícius Rodrigues.

Com informação do MBLNews.