Nos EUA, Bolsonaro critica Lula e Dilma: “andavam de mãos dadas com a corrupção”

Em seu discurso para a Câmara Americana de Comércio, Jair Bolsonaro deixou bem claro que somente agora o Brasil tem um presidente amigo dos Estados Unidos.

Bolsonaro deixou bastante explicito que Lula e Dilma andavam “de mãos dadas com a corrupção” e tinham um posicionamento aberto e explícito contra os Estados Unidos.

E concluiu: “O Brasil tem potencial enorme, precisamos de bons parceiros. Temos no mundo todo alguns bons parceiros, mas acredito que de forma especial estou aqui estendendo as minhas mãos, e tenho certeza que [Donald] Trump fará o mesmo amanhã, para que essa parceria se faça cada vez mais presente em nosso meio”.

Com informação dO Antagonista.

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta