Gilmar Mendes sobre procuradores: “Infelizes, reles, desqualificados”

O ministro Gilmar Mendes, que ajudou na decisão que enterra a Lava Jato, voltou a atacar membros do Ministério Público que são críticos à atuação do STF em relação a casos de corrupção.

Disse ele: “Infelizes, reles, desqualificados” acusando os procuradores de forçar acordos de delação premiada e vazar informações.

E concluiu: “Assim se instalam as milícias. Quem investiga tem de observar as regras do estado de direito”.

Relacionados:  Lava Jato bloqueia R$ 3,5 bilhões de políticos, partidos e empreiteiras

Informação dO Antagonista.