Pela primeira vez na história, uma mulher hasteia a bandeira do Brasil no Palácio do Planalto

Pela primeira vez em sessenta anos de Palácio do Planalto, uma mulher fez o hasteamento e arriamento da bandeira do Brasil. Este ato é considerado uma das maiores honrarias entre os militares. Prova do respeito e inclusão das mulheres por parte do governo Bolsonaro.

A terceira-sargento Kareen Samya, de 29 anos, hasteou a bandeira às 8h de hoje, Dia Internacional da Mulher, e fez a descida do símbolo nacional ao lado da rampa do palácio às 18h.

“As mulheres no Exército têm sido algo natural. Temos conseguido essas conquistas. Só quem é militar sabe o que é servir a pátria. Aproveitaram o Dia Internacional da Mulher e me fizeram o convite. Me dá mais orgulho ainda pelo simbolismo da bandeira, que as Forças Armadas levam tão a sério”, afirmou Samya, que trabalha na área de saúde do Exército. Ela é funcionária de carreira e está há quatro anos em Brasília, após dois anos de estudos no Rio de Janeiro.

11 Comentários em Pela primeira vez na história, uma mulher hasteia a bandeira do Brasil no Palácio do Planalto

  1. É NA INSERÇÃO DE NOVAS EMOÇÕES QUE SE FAZ SENTIR COMO A FALTA DE VIVÊNCIA DE VALORES DESTRUÍAM A MOTIVAÇÃO DAS NOVAS GERAÇÕES. COMO PODERÍAMOS MANTER A RIQUEZA DOS SÍMBOLOS E ADEREÇOS DA REPÚBLICA, SE NÃO ESTIVERMOS COTIDIANAMENTE EXECUTANDO, DECLAMANDO OU CANTANDO NOSSAS POESIAS? QUER SEJAM PROFANAS, CÍVICAS, RELIGIOSAS OU MILITARES? GERANDO NOVAS OPORTUNIDADES, COM A PARTICIPAÇÃO DE TODOS? EIS AÍ, MAIS UMA MARCA DO NOVO, RENASCENDO EM TODOS OS SENTIDOS. ALGO QUE VEIO PARA ASSUSTAR OS DESACOSTUMADOS DA MÍDIA, INQUIETANDO CAMAROTTI, MIRIAN… ODOS PEGOS DE SURPRESA, SEM SABER MAIS O QUE INVENTAR PARA REFUTAR A MISSÃO E UM NOVO PAÍS. QUE SE ACALMEM, ATÉ QUE NOVOS CAMINHOS SE ESTABELEÇAM. SE É O HÁBITO QUE FAZ O MONGE, O CAMINHO ESTÁ CERTO, A NATUREZA E O PLANETA AGRADECEM.

  2. Sensibilizado é a palavra correta para este novo Governo é impossível comparar com a porcaria dos governos anteriores, mormente os esquerdopatas apedeutas, borrões de seres humanos feitos a base de merda que cheiram mal por onde quer que passem ou falem. Ideia genial em homenagear as mulheres com uma mulher hasteando a nossa Bandeira verde e amarela, com certeza estamos indo e caminhando para novos rumos neste Brasil amado por nós.Antes deste Presidente ser eleito eu tinha me arrependido amargamente de não ter deixado o Brasil em 1975 como fizeram alguns parentes, agora, a depressão vai se esvaindo e substituindo por orgulho de ser brasileiro. Viva os militares, viva o nosso Capital Comandante do Brasil e como disse antes, quanto mais militares no PODER, melhor para afugentar de vez os esquerdistas daqui de uma vez por todas.

  3. “Só não vê quem não quer!” – assim se expressam muitos em tantas diferentes circunstâncias. E isto não acontece em situações comuns, rotineiras, mas sempre que algo excepcionalmente fora do contexto, positivo ou negativo, insistentemente se repete, e parte dos observadores, por alguma razão – consciente, inconsciente, por induções ideológicas, ou premeditadamente – não o interpreta fielmente ou com isenção. É exatamente isto que acontece no ambiente televiso, publicitário e de comunicação social em geral no país, quando se foca o cenário político brasileiro, desde o início do ano. Não importa se a cada simples dia Bolsonaro, seus ministros e demais assessores institucionais venham a público anunciar a efetivação de medidas de extrema necessidade para a superação das distorções generalizadas praticadas pelos governos petistas ao longo de décadas. Tudo, simplesmente tudo, como em um passe de mágica, se transforma em bombásticas matérias para serem pronta e freneticamente exploradas por exércitos de “comentaristas supostamente detentores da guarda das verdades absolutas”, os quais parecem estar de plantão durante as 24 horas do dia. A verdade é uma só: toda ou quase toda a mídia brasileira é formada por profissionais que se graduaram nas nossas universidades, ou até no exterior, sob a doutrinação dos mais incríveis mestres do morticínio em massa e de distribuição da miséria e flagelos que o mundo já conheceu: Marx, Lênin, Stalin, Gramsci… Lamentavelmente, mesmo diante das evidências mais tocantes e explícitas do absurdo fracasso das teorias desses insanos mundo afora, nossos profissionais, atiçados e estimulados pelas nossas moribundas esquerdas, não se mostram capazes de encontrar em algum lugar racional de suas mentes a nobreza necessária para admitir o quanto se perderam e se enganaram ao longo da vida. E, assim, diante do “inimigo”, não têm como sufocar a obsessão de destruir-lhe o mérito, de colocá-lo diante dos muros, de descobrir microscopicamente indícios de ilicitude em toda e qualquer palavra ou opinião proferida, de praticar o feitiche de transformação do bem em mal, e, sistematicamente, de omitir toda e qualquer atitude não passível de manipulação maldosa, como a de Kareen Samya, a terceiro-sargento das nossas Forças Armadas, a qual, pela primeira vez em 60 anos da nossa história, hasteia a Bandeira do Brasil no Palácio do Planalto. Só não vê quem não quer! BRASIL ACIMA DE TUDO E DEUS ACIMA DE TODOS!

  4. Uai, nãp era este o presidente q tanto se falou mal dele?
    Mídia porqueira, heim?
    Deus o abençoe, meu presidente! O Brasil está em boníssimas mãos agora… Sabemos dos entraves q vossa excelência encontrará pra colocar nosso pais nos trilhos, mas estamos juntos. Feliz só de saber q o PT nunca mais. 17 sempre!

Deixe uma resposta