Com um vídeo Bolsonaro faz a ‘resistência’ olhar pro espelho e negar a própria existência

Os últimos acontecimentos revelam qual é o nível moral do Brasil neste momento. O Presidente Jair Bolsonaro postou um vídeo contendo uma prática pouco saudável em que dois “foliões” fazem atos obscenos, onde um deles urina na cabeça do outro.

No entanto o mais impactante de tudo isso é o fato de como a autoproclamada ‘resistência’ reagiu a isso tudo.

Eles são conhecidos por serem ‘resistência’, por serem “fortes e subversivos”, mas que na primeira oportunidade foram os primeiros a negar o comportamento devasso e libertino exposto nos blocos de rua. A esquerda repete agora o exato movimento que Jean Wyllys fez, dizendo que ia resistir e no primeiro momento deixou o país, alegando ameaças. Agora a esquerda toda faz isso. No primeiro momento, se vangloriam do comportamento impróprio nas ruas, mas no exato momento em que o presidente aponta o dedo, eles correm para dizer que não são eles, morrendo de medo de serem taxado de ter o comportamento que tanto defendem.

Relacionados:  Bolsonaro confirma que indicará Moro ao STF: "A primeira vaga que for aberta será dele"