Juiz que cancelou investigação sobre Adélio também liberou funcionamento do Instituto Lula

O desembargador Néviton Guedes, do TRF-1, decidiu na quinta-feira que as investigações  sobre as finalidades do advogado Zanone Oliveira, que defende Adélio Bispo.

A decisão, como era de se esperar, veio após um pedido da OAB.

Néviton, em 2017, também foi responsável pela decisão que permitiu o funcionamento do Instituto Lula.

Relacionados:  Adélio queria Lula, Maria do Rosário e Jean Wyllys como testemunhas de defesa

Informação da Agência Caneta.