Corte de gastos: Petrobras vai desativar sede em São Paulo

A Petrobras informou que pretende desativar a sede administrativa em São Paulo e lançar um programa de demissão voluntária.

A sede, que funciona na Avenida Paulista, deverá ser fechada até junho.

Os planos foram revelados pelo recém-contratado gerente executivo de Recursos Humanos, Claudio Costa, que já afirmou que se as demissões não ocorrerem “daqui a duas décadas essa empresa não existirá mais”. Ao todo trabalham 700 pessoas na sede.

Relacionados:  TST bloqueia contas de sindicatos e permite trabalhadores temporários na Petrobras

Informação do Renova Mídia.