Com Mourão, Grupo de Lima defende que Maduro seja julgado por crimes contra a humanidade

Em uma declaração do Grupo de Lima, os representantes do Brasil e outros 10 países, defenderam que Maduro seja levado à Corte Penal Internacional e que seja julgado por seus crimes contra a humanidade.

Eles entendem, e com razão, que Maduro é o principal responsável pela crise humanitária que se abateu sobre a Venezuela, e que por impedir que a população receba ajuda humanitária internacional, o ditador deve responder na Corte.

Relacionados:  Maduro estava pronto para fugir para Cuba, diz Pompeo

Nada mais justo, visto que há muito sangue nas mãos de Maduro.

Informação dO Antagonista.