Coronel brasileiro pede “Alguma ação diplomática em face a Maduro que nos atacou”

Embora não tenha acontecido, até o momento, nenhum ataque aberto contra brasileiros na fronteira com a Venezuela, alguns oficiais do Exército Brasileiro viram algumas ações truculentas de Maduro como uma agressão ao Brasil.

Ao Estadão, o Coronel José Jacaúna disse: “Foi um episódio lamentável. Ninguém esperava que isso acontecesse no nosso território. Recebemos uma chuva de gás lacrimogêneo vindo do território venezuelano e esperamos que isso não fique assim”

E continuou: “Algo deve ser feito em termos de relações internacionais. Alguma ação diplomática em face a esse governo [Maduro] que nos atacou. Não há uma ofensa ao território nacional, mas há rusga”.

Informações do Estadão e dO Antagonista.