PT se cala após regime de Maduro executar índios na fronteira

Uma informação rodou a internet brasileira nesta sexta-feira.

Índios venezuelanos entraram em confronto direto com tropas do ditador Nicolás Maduro, que tenta a todo o custo impedir que os venezuelanos recebam a ajuda humanitária enviada pelo Brasil.

Um dos índios, conforme informou O Antagonista, foi executado e outros 12 ficaram feridos.

Em abril de 2017, Gleisi Hoffmann discursou no Senado, com direito a cocar e tudo o mais. O motivo era fazer críticas a uma ação policial que reprimiu um protesto indígena contra a demarcação de territórios. Mas agora, diante da chacina do ditador socialista venezuelano só resta o silêncio petista.

Para fins de curiosidade, em 2017 nenhum habitante da ‘lacrosfera’ acusou a petista de ‘apropriação cultural’.

Com informações do Congresso em Foco.

3 Comentários em PT se cala após regime de Maduro executar índios na fronteira

Deixe uma resposta para mauro o lima Cancelar resposta