Justiça determina bloqueio de R$ 11,5 milhões de Aécio Neves

A Justiça de Belo Horizonte atendeu ao pedido do MPE de Minas e determinou o bloqueio de R$ 11,5 milhões do tucano Aécio Neves.

A ação do Ministério Público apontou enriquecimento ilícito e improbidade administrativa por parte de Aécio quando ainda era governador do estado.

Para a Justiça, Aécio “utilizou da máquina pública, quando na função de Governador de Estado, para fins escusos, realizando mais de 1.000 viagens em aeronaves oficiais sem justificar a finalidade. Dessa forma, o requerido ignorou o principio da Publicidade e da Probidade da Administração Pública, utilizando-se de dinheiro público em benefício próprio”.

Informação do R7