PGR pede que petista Paulo Pimenta seja alvo de inquérito sobre lavagem de dinheiro e estelionato

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu que o petista Paulo Pimenta seja investigado por lavagem de dinheiro, estelionato e ocultação de bens.

Raquel apresentou ao STF contrarrazões aos embargos de declaração em inquérito que investiga o petista, e pediu que os autos sejam imediatamente enviados para a Justiça Federal do Rio Grande do Sul.

Em maio de 2018, o relator do caso no STF, Luiz Fux, já havia determinado que os autos fossem enviados à primeira Instância, mas a defesa do deputado ainda tenta manter o processo no Supremo.

Conforme noticiado pelo República de Curitiba, Paulo Pimenta foi acusado pelo próprio primo de comandar um esquema de fraudes milionárias.

Informação do Renova Mídia.

4 Comentários em PGR pede que petista Paulo Pimenta seja alvo de inquérito sobre lavagem de dinheiro e estelionato

  1. Eu acho que o STF não é um Tribunal julgador. Ele é apenas e tão somente “Guardião da Constituição”. Quando houver dúvida quanto a constitucionalidade disso ou daquilo, ele diz: Sim é constitucional ou Não, Não é constitucional por causa disso ou daquilo. e que eles, deixem, imediatamente de ser o STSB, OU SEJA SUPREMO TRIBUNAL SOLTA BANDIDO..

Deixe uma resposta