Para impedir chegada de ajuda humanitária, Maduro ordena bloqueio de ponte em fronteira com a Colômbia

A ajuda humanitária organizada por Juan Guaidó, considerado legítimo presidente da Venezuela, encontrará obstáculos para entrar na Venezuela.

Por ordens expressas do ditador Nicolás Maduro, a ponte que faz fronteira com a Colômbia foi bloqueada.

A denúncia foi feita pelo deputado Franklyn Duarte, que afirmou que “efetivos das Forças Armadas bloquearam a passagem”. O bloqueio consiste em um gigantesco contêiner de carga e a cisterna de um tanque de transporte de combustível, ambos cruzados na estrada que dá acesso a ponte Tieditas, que permite o acesso entre as cidades de Cúcuta, na Colômbia, e Ureña na Venezuela.

Informação do Renova Mídia.