Moro detona ataques da esquerda: “Policial não pode ser tratado como homicida”

O ministro Sergio Moro desmentiu e rebateu os ataques da esquerda contra seu pacote anticrime, que foi muito bem aceito e avaliado pela grande maioria dos brasileiros.

Moro afirmou que “se um incidente acontecer, o policial não pode ser tratado como homicida” mas que ninguém deseja a morte de criminosos.

Ele também afirmou que o projeto não prevê “licença para matar”, e que se alguém enxerga dessa forma, “stá fazendo uma leitura absolutamente equivocada, que não é consistente” com as propostas do pacote.

Informação dO Antagonista.

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

2 Comentários em Moro detona ataques da esquerda: “Policial não pode ser tratado como homicida”

  1. Boa tarde senhor ministro desculpa eu te encomenda senhor estou precisando muito de um emprego sou um ex presidiário mim der uma oportunidade de colocar criminosos na cadeia por favo

  2. HÁ 27 ANOS QUE NÃO HÁ MAIS ADVOGADOS NO BRASIL (18 DE JANEIRO DE 1991);
    OAB/BR FOI EXTINTA (18/01/1991 ANEXO IV) PELO COMUNISTA NAZISTA ANTI-SEMITA EX-PRESIDENTE COMUNISTA COLLOR DE MELO COMUNISTA EXTINGUIU A OAB/BR ;
    PRISÃO IMEDIATA DO RATO PRESIDENTE DA OAB/BR? EXTINTA PELA CATERVA NAZISTA COMUNISTA EM 18/01/1991 – QUEBRA O SIGILO BANCÁRIO DESSE SATÂNICO COMUNISTA INIMIGO DA NAÇÃO E OUTRAS COISAS DO GÊNERO DEVE FAZER; ENTÃO, POR CERTO, SERÁ LEVADO PRA CADEIA A ONDE ESSE MALDITO JÁ DEVIA ESTAR RESIDÊNCIA PRÓPRIA E ADEQUADA DA CATERVA COMUNISTA E NAZISTA TRAIDORES DA PÁTRIA E DA NAÇÃO – MALDITO FILHOTE DA RATAZANA DIABÓLICA COMUNISTA ANTI-SEMITA TRAIDORES DA PÁTRIA




    “HÁ 27 ANOS A OAB DEIXOU DE EXISTIR! QUANTAS VÍTIMAS NESTE PERÍODO? VOCÊ SABE?
    Publicado em 18 de mar de 2018
    CRONOLOGIA DO FALECIMENTO DA OAB: Número: 6883 – MANDADO DE INJUNÇÃO CONTRA A UNIÃO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL – MINISTRO ROBERTO BARROSO VAMOS ACOMPANHAR DE PERTO ESTA GUERRA JURÍDICA. A Ordem teve a sua criação prevista em 1843 pelo Instituto dos Advogados do Brasil, mas somente 87 anos depois foi instituída a Ordem dos Advogados. O ato decorreu do Decreto n.º 19.408, de 18 de novembro de 1930, da lavra do Chefe Executivo Nacional no Governo Provisório de Getúlio Vargas, então elevado ao poder pela recente Revolução de 1930, desencadeada um mês antes, em 3 de outubro. Decreto nº 19.408, de 18 de novembro de 1930: Art. 17. Fica criada a Ordem dos Advogados Brasileiros, órgão de disciplina e seleção da classe dos advogados, que se regerá pelos estatutos que forem votados pelo Instituto da Ordem dos Advogados Brasileiros, com a colaboração dos Institutos dos Estados, e aprovados pelo Governo. […]. Decreto revogado pelo Decreto nº 11 de 18 de janeiro de 1991, inclusive e principalmente o artigo 17. Decreto nº 20.784 de 14 de dezembro de 1931 criou o primeiro Regulamento ou Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, este Decreto foi revogado pelo Decreto nº 11 de 18 de janeiro de 1991. A Ordem dos Advogados do Brasil – OAB veio a óbito por força do Decreto nº 11 de 18 de janeiro de 1991, da lavra do então presidente democraticamente através dos votos dos cidadãos e cidadãs, Fernando Collor de Mello, estava enfim, exterminada a OAB que teve seu início de formação por força do Decreto nº 19.408 de novembro de 1930 e Decreto nº 20.784 de 14 de dezembro de 1931. Nesta ordem de ideias o Decreto nº 761 de 19 de fevereiro de 1993, simplesmente extermina com o Decreto nº 11 de 18 de janeiro de 1991. Notem que o presidente eleito democraticamente pelo voto popular em 01 de setembro de 1992 “EXPERIMENTA DO PRÓPRIO VENENO” – Em meio a uma onda de manifestações por todo o país, os presidentes da Associação Brasileira de Imprensa, Barbosa Lima Sobrinho, e da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcello Laveniére, apresentam à Câmara Federal o pedido de impeachment de Collor. Finalmente estava consumado definitivamente os efeitos satânicos do Decreto nº 11 de 18 de janeiro de 1991, assinado pelo presidente Collor de Mello, por fim em 30 de dezembro de 1992 – Por 76 votos a favor e 3 contra, Fernando Collor é condenado à perda do mandato e à inelegibilidade por oito anos. Ou seja, o feitor do Decreto nº 11 de 18 de janeiro de 1991, experimentou do próprio veneno. Mas em 1994, foi engendrado goela abaixo da população o silêncio sepulcral sobre o (assassinato e morte) da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, por força do Decreto nº 11 de 18 de janeiro de 1991, entretanto, simbolizando as etapas evolutivas da advocacia brasileira, o então presidente Itamar Franco criou o atual Estatuto da Advocacia – a Lei n. 8.906, de 4 de julho de 1994. Mas isto não é tudo, pois, nos dias de hoje com a morte da Ordem dos Advogados do Brasil- OAB criou-se uma centenas de milhares de advogados ZUMBIS que não leem, estudam, pesquisam e não buscam entender a história do nascimento da OAB, por isso não aceitam a morte e a extinção da OAB, ofendem, esbravejam, esperneiam difamam, injuriam e caluniam a coragem do cidadão que teve a dignidade de trazer ao conhecimento público a morte da OAB em 18 de janeiro de 1991. Quer queiram ou não a OAB MORREU, FINOU-SE! Vamos agora, diante deste exercício mental, calcular os prejuízos que causaria a Nação e o que ISTO poderá representar com um povo em fúria, sê em decorrência desta cruel EXTINÇÃO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL – OAB, por força do DECRETO nº 11 de 18 de janeiro de 1991, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva conseguir ANULAR o julgamento que o tornou CRIMINOSO do colarinho branco, porque ficou INDEFESO? E de todos os demais CONDENADOS PELA OPERAÇÃO LAVA JATO, HEIN!!!! Pela segunda vez, a mesma Ordem dos Advogados do Brasil assina pedido e de cassação de mandato de presidente, mais vítima da OAB extinta e seus representantes não representam nada, sendo repetitivo, a ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL existe de FATO e não de DIREITO, s.m.j., não tem qualquer validade legal os atos da Entidade é de plena USURPAÇÃO, desde 18 de janeiro de 1991 até a presente data, inclusive a denúncia para fins de abertura de processo de impeachment do Presidente da República Federativa do Brasil: Dilma Vana Rousseff. Notem os danos irreparáveis!!! E tenho dito!!! Outros links sobre a mesma matéria:” (FONTE:

    https://combateaoscorruptos.org/
    AINDA INSISTA-SE: ABJETO NOVO PRESIDENTE COMUNISTA ANTI-SEMITA TRAIDOR DA PÁTRIA – OAB/BR É FANTASMA – MIRAGEM – ANULADA (EXTINTA)
    EM 18 DE JANEIRO DE 1991 PELO COMUNISTA TRAIDOR DA PÁTRIA EX-PRESIDENTE FERNANDO COLLOR DE MELLO!!

Deixe uma resposta