Ditadura socialista de Maduro triturou 44% da economia em quatro anos

Quando se analisa a situação atual da Venezuela, muitas informações importantes, que chegam hoje – e no último ano – ao público confirmam que diversos sinais foram dados e que a ingerência de Maduro levaria o país ao buraco.

Os dados, no entanto, mostram confirmações ainda mais assustadoras. A ditadura socialista triturou 44% da economia venezuelana em apenas quatro anos. Segundo estatísticas da ONU, 2013 foi o último ano em que a economia demonstrou algum tipo de expansão, com apenas 1,3% de crescimento.

Nos anos que se seguiram, as contrações foram intensas, sendo 3,9% em 2014 e 5,7% em 2015. Nos seguintes, então, a economia começou a despencar de maneira avassaladora. A contração em 2016 foi de 16,5%,l 14% em 2017 e em 2018, a ditadura conseguiu atingir o desempenho do mundo, com 15% de contração.

Relacionados:  Mourão já está na Colômbia para discutir a solução da crise venezuelana

Trocando em miúdos, quase metade do PIB venezuelano desapareceu em quatro anos. Para fins de comparação, o colapso na Grécia, que trouxe abaixo a economia europeia quase como um todo, custou ‘apenas’ 20% do PIB do país, e se deu ao longo de 7 anos.

Com informações do Estadão e do Renova Mídia.