Guru de Lula ataca MEC e toma invertida de Ministro “Volte para a Coréia do Norte com esse marxismo de botequim”

Após os ataques da mídia contra o Ministério da Educação, que precisou desmentir as notícias falsas, conforme informou o República de Curitiba, o guru de Lula, Leonardo Boff, resolveu atacar o comunicado oficial do MEC.

“Até quando ficarão criando mentiras contra nós? Deixem-nos trabalhar” disse Ricardo Vélez, Ministro da Educação do governo Bolsonaro.

Foi quando recebeu o ataque vindo de Boff: “O seu trabalho é desmontar a educação com projetos estapafúdios, negando toda a nossa tradição. Deveria voltar para sua Colômbia. O sr não é conservador. É atrasado no dizer de S.B. de Holanda. Nossos alunos/as não merecem esse castigo”.

Então Vélez sacramentou a surra ao responder: “Leonardo Boff, volte para a Coréia do Norte, que é o único lugar em que esse marxismo-leninismo de botequim ainda é consumido.”

Por coincidência, ou não, mais tarde, Leonardo Boff anunciou que se retirará do Twitter por algum tempo.

 

Relacionados:  Bolsonaro dispensa Vélez e anuncia novo ministro da Educação