Enquanto estava em liberdade, Lula não foi ao velório do próprio pai

No vergonhoso episódio protagonizado pelo PT durante o velório de Genival, conhecido como Vavá, irmão mais velho de Lula, onde foi realizado um comício praticamente em cima do caixão, Lula, que havia sido liberado para estar na cerimônia e se despedir do irmão, ao saber que não poderia discursar em público e nem ser entrevistado, desistiu e não compareceu.

Diversos canais de mídia, principalmente independentes, se dedicaram a escavar melhor essa história, com o objetivo de apurar melhor fatos passados, e o que veio à tona foram os fatos de que, como muita gente já sabe, Lula, enquanto Presidente da República, não esteve nos velórios de outros dois irmãos, João Inácio, vítima de câncer em 2004, e Odair Inácio, que era alcoólatra e teve um infarto do miocárdio em 2005.

Muitos anos antes, em 1978, Lula estava solto, havia sido reeleito presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, e seu pai, Aristides, morreu sozinho e foi enterrado como indigente. Dois anos depois, em 1980, Lula estava preso. Neste momento falece sua mãe, e a ele é permitido comparecer no velório. Neste momento mais um comício ocorre, no velório, onde duas mil pessoas gritam “Lula Livre”. Uma ironia do destino, o cantor lulista Agnaldo Timóteo protestava chorando “Porque vocês não prendem os corruptos?”

Voltando ao dia de hoje, Lula encontra-se preso, justamente por corrupção e lavagem de dinheiro. Uma multidão inflama o velório de seu irmão e o transforma em comício. Parece que o PT não muda.

Com informações do Estadão, Tribuna do Paraná e Conexão Política.

2 Comentários em Enquanto estava em liberdade, Lula não foi ao velório do próprio pai

  1. Tudo havia sido tramado por Gleice hoffmHof, Paulo Pimentel, Lindbergh Farias e Zé Dirceu, para a fuga do meliante, mas a PF já estava de sobreaviso e a juíza proibiu o comicio e entrevistas, por isso ele desistiu de ir, resumindo, VAI PERMANECER PRESO, so não entendo porque na PF.

Deixe uma resposta