Ministério da Justiça diz que homem que ameaçava Jean Wyllys está preso desde 2018

Conforme informado pelo Ministério da Justiça, pasta chefiada por Sergio Moro, um dos responsáveis pelas ameaças ao deputado federal Jean Wyllys, do PSOL está preso desde o ano passado.

Pronunciamento aconteceu após o deputado psolista Jean Wyllys anunciar que vai abrir mão do mandato para o qual foi reeleito. Wyllys também afirmou que não retornará ao Brasil.

O homem acusado de ofender e ameaçar Wyllys foi preso em 2018 em uma operação da Polícia Federal e já foi condenado por crimes como terrorismo, racismo e divulgação de imagens envolvendo pedofilia.

A nota do Ministério afirma que o homem fazia parte do grupo autointitulado “Homens Sanctos”, e usava uma outra identidade para fazer ameaças. Além disso, a Polícia Federal instaurou inquéritos em 2017 e 2018 para investigar ofensas e ameaças contra Jean Wyllys.

O Ministério ainda aproveitou para lamentar a decisão do deputado de deixar o país, mas reafirma que não corresponde à realidade a afirmação de que há omissão das autoridades constituídas.

Informação do G1.

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

2 Comentários em Ministério da Justiça diz que homem que ameaçava Jean Wyllys está preso desde 2018

Deixe uma resposta