Gabinete de ex-ministro de Lula movimentou mais de meio milhão originado em salários de servidores

Além do Gabinete do petista André Ceciliano, que recebeu R$ 10,8 milhões em transferências, incluindo de servidores da ALERJ, e do gabinete do deputado psolista Eliomar Coelho que recebeu de volta a fatia de 69% do salário de uma servidora, o COAF também apontou irregularidades envolvendo o gabinete de Carlos Minc, ex-ministro de Lula.

Carlos Minc, que foi ministro do Meio Ambiente na era Lula, também atua como deputado estadual na ALERJ, e em 13 meses, seu assessor Antônio Lisboa Melo de Oliveira movimentou mais de meio milhão de reais.

Em informação do Jornal Nacional “Parte desse dinheiro vinha de servidores da ALERJ. De acordo com a relação do Coaf, foram R$ 161.729,00 tendo como origem transferências recebidas de pessoas físicas, inclusive funcionários da Alerj, e pessoas jurídicas. Além disso, ele próprio repassou dinheiro para funcionários da Casa”.

O assessor justificou afirmando que “Existem pessoas aqui que eu tenho empréstimos com as pessoas, entendeu? Empréstimos bancários que a pessoa tirou do Itaú pra mim, entendeu? E o que acontece, eu pago essas pessoas mensalmente. Essa movimentação é de empréstimo, entendeu? De dinheiro emprestado, entendeu? Tudo entre a gente mesmo”.

Informação do Jornal Nacional e dO Antagonista.

1 Comentário em Gabinete de ex-ministro de Lula movimentou mais de meio milhão originado em salários de servidores

  1. Todo o Brasil sabe qual é a safadeza .
    Os deputados colocam o maior número de acessores e pegam 80% do salário de volta.
    Isto é feito em TODO o pais.
    Todo Deputado e Senador faz esta trambicagem.
    Deveriam ser levantados os que fazem e terem seus mandatos CANCALADOS.
    Tem ladrão demais, inclusive o filho do Bolsonaro.

Deixe uma resposta