Bolsonaro já nomeou 45 militares para controlar até 21 áreas do governo

Seguindo a bandeira de campanha de valorizar o serviço e o preparo das Forças Armadas na Administração Pública, Bolsonaro já nomeou 45 militares para controlar 21 áreas de atuação no governo.

Além dos militares presentes no primeiro escalão, como o próprio vice-presidente Hamilton Mourão, ou os também generais Augusto Heleno, Carlos Alberto Santos Cruz, Fernando Azevedo e Silva, além do tenente-coronel Marcos Pontos, os militares também estão presentes no “Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte), a Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus), a presidência da Funai (Fundação Nacional do Índio) e sete ministérios: Secretaria de Governo, Defesa, Minas e Energia, Infraestrutura, GSI (Gabinete de Segurança Institucional), CGU (controle interno e transparência) e Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações” conforme informa Fábio Campana.

Para fins de curiosidade, somente oriundos do Exército são 18 generais e 11 coronéis da reserva, até o momento. E desde a 1985, este é o maior número de militares presentes no Executivo.

O governo segue contando com o apoio da imensa maioria que o elegeu, e que apoia e confia na presença dos militares no governo.

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

2 Comentários em Bolsonaro já nomeou 45 militares para controlar até 21 áreas do governo

  1. Esta totalmente de acordo com a vontade dos seus eleitores que ansiavam por uma intrvencao Militar mas que gracas a candidatura de Bolsonaro essa preferencia passou para a pessoa dele ja que sabiamos que ele e benquisto nos meios militares por ter sido um Capitao da Aeronautica. Na verdade quando os militares estavam no poder, os cargos importantes nao foram preenchidos por militares e por terem escolhido ministros politicos foi que algumas coisas deram erradas, apesar de muitos acertos. Vamos torcer para que o governo de Bolsonaro seja mesmo excelente e que possamos esqucer tantas amarguras que nos maltrataram tanto como a deficiencia na Saude, Educacao, Seguranca, Moradia e todas as areas que foram esquecidas pelo governo corrupto do PT, bem como tambem no governo de FHC, por causa de tanta corrupcao, que nos deixou uma heranca maldita de ROMBO nas financas publicas e milhares de criminosos que estao sendo ainda julgados pela Lava-Jato.

    • Cara Senhora Tereza, é exatamente isso que queríamos, tem toda a razão, na minha página do Facebook tenho mais de 500 seguidores e todos são unanimes em querer militares em todas as áreas, do menor escalão representativo ao maior, só isso irá impor RESPEITO aos corruptos atuais e aos futuros. Realmente, no regime militar os Generais erraram quando colocaram determinados civis em posição de destaque, tanto é que, muitos, como o Maluf (o que mais é lembrado) deitaram e rolaram na malversação de suas gestões e claro, do dinheiro público.

Deixe uma resposta