Palocci delata que propina da Usina Belo Monte abasteceu campanha de Haddad

A mais recente delação de Antônio Palocci devastou o PT. A bomba caiu sobre a alta cúpula do partido e espirrou em todos os lados.

Uma das informações entregues pelo ex-ministro de Lula e Dilma, é a de que a propina oriunda do contrato da Usina Hidrelétrica de Belo Monte abasteceu a campanha de Fernando Haddad em 2012.

Palocci relatou com detalhes que o pedido foi feito por João Vaccari Neto, na época tesoureiro do partido, e teve o aval de Lula. Os valores foram pagos pela empreiteira Andrade Gutierrez.

“(Em 2012) recebeu visita de João Vaccari Neto no período de eleições municipais, uma vez que ele desejava saber se havia autorização para se cobrar das empresas do consórcio construtor da Usina de Belo Monte valores a serem empregados na campanha de Fernando Haddad” afirma Palocci em documento de delação.

Informação do Estadão.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta