Governo Bolsonaro confirma saída do Pacto de Migração da ONU

Por meio de telegrama emitido pelo Ministério das Relações Exteriores, o governo solicitou que os diplomatas brasileiros comuniquem à ONU sobre a saída do Pacto Global para a Migração.

O Brasil havia aderido ao pacto no fim do governo Temer, já em dezembro, mas o alinhamento do novo governo se mostrou diferente, e o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, já havia classificado a medida como um “instrumento inadequado para lidar com o problema”, visto que a “imigração não deve ser tratada como questão global, mas sim de acordo com a realidade e a soberania de cada país”.

O telegrama visa “informar, por nota, respectivamente ao Secretário-Geral das Nações Unidas e ao Diretor-Geral da Organização Internacional de Migração, ademais de quaisquer outros interlocutores considerados relevantes, que o Brasil se dissocia do Pacto Global para Migração Segura, Ordenada e Regular”, e ainda informa que o Brasil não deve “participar de qualquer atividade relacionada ao pacto ou à sua implementação”.

Informação do Conexão Política.

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta