Em entrevista, Ciro diz que prefere ‘não opinar’ sobre onda de violência no Ceará

Conforme noticiamos, Ciro Gomes, no melhor estilo Marina, ‘sumiu’ do radar da imprensa após o caos de violência que atingiu o estado do Ceará.

Uma explicação plausível para tal sumiço é que durante a propaganda eleitoral, Ciro vendeu o Ceará como um ‘paraíso na terra’, sempre exaltando números da segurança, educação e saúde do estado.

Em entrevista a El País, reproduzida hoje pela edição brasileira do jornal, Ciro se pronunciou sobre o assunto. Ele fala mal de Sergio Moro e da obsessão do PT com Lula, entre outros assuntos.

Dias depois da entrevista, começaram os ataques violentos no Ceará. El País voltou a falar com o ex-presidenciável – e Ciro disse que precisava aguardar alguns dias antes de dar opinião.

Fonte: O Antagonista

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

2 Comentários em Em entrevista, Ciro diz que prefere ‘não opinar’ sobre onda de violência no Ceará

Deixe uma resposta