Bolsonaro reafirma auditoria em “caixa preta do BNDES e de outros órgãos”

O Presidente da República usou seu Twitter para reafirmar que dados sobre contratos e gastos serão realizados no BNDES e em outros órgãos da União.

Diz ele: “Com poucos dias de governo, não só a caixa preta do BNDES, mas de outros órgãos estão sendo levantados e serão divulgados. Muitos contratos foram desfeitos e serão expostos, como o de R$ 44 milhões para criar criptomoeda indígena que foi barrado pela Ministra Damares e outros.”

O contrato em questão, refere-se ao contrato firma do entre a Funai e a Universidade Federal Fluminense, no valor de R$ 44 milhões e que resultaria em uma ‘criptomoeda’ para os índios. Parece Surreal, mas é verdade, e foi totalmente ignorado pela mídia.