Ratinho Jr. exonera todos os cargos comissionados do Paraná e anuncia corte de 20% em despesas

O recém empossado Governador do Estado do Paraná, Ratinho Jr, confirmou a exoneração de três mil funcionários comissionados, o corte de 20% nas despesas de todas as 15 secretarias restantes e a revisão de contratos realizados pela gestão anterior nos últimos 60 dias.

“Queremos implantar uma agenda positiva de ações. Uma delas já anunciamos, que foi a diminuição das secretarias de 28 para 15, por compromisso com a população e por necessidade. Entendemos que quanto mais a máquina estiver enxuta mais dinamismo teremos para prestar serviços. A outra foi o decreto de exoneração dos comissionados. Geralmente os governos que estão saindo fazem, livrando esses espaços para quem está entrando. Isso não foi feito e nós respeitamos a decisão, mas vamos fazer” afirmou Ratinho.

E continuou: “Vamos, obviamente, colocar pessoas nessas áreas (…) O Paraná é o Estado com menos cargos comissionados no Brasil. Esse é um dado interessante e positivo. Para se ter uma ideia, o Distrito Federal tem 16 mil. O que vamos fazer ao longo dos dias é potencializar alguns cargos. Para você trazer um bom profissional de mercado, em áreas estratégicas, tem de oferecer uma remuneração condizente. A ideia não é a extinção, mas remanejar questões financeiras”

Dentre os contratos revistos, Ratinho solicitou a devolução do avião do Executivo, e afirmou que “Não tem necessidade de ter dois aviões”, visto que o Executivo mantém um convênio de compartilhamento de aeronave com a Copel (Companhia Paranaense de Energia).

Informação da Agência Estadual de Notícias do Estado do Paraná.

 

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

3 Comentários em Ratinho Jr. exonera todos os cargos comissionados do Paraná e anuncia corte de 20% em despesas

  1. Esta aparentemente demonstrando compatibilidade com as ideias de Bolsonaro, mas, pergunto: Vai demitir 3 mil comissionados, até ai, ótimo, porem,vai admitir não sei quantos com SALÁRIO MAIOR. Como contador eu faria a seguinte conta: 3.000 (X) Y é igual a IX. (em dinheiro). Com a admissão de novos funcionários, como ficaria a conta, isso é uma incógnita difícil de resolver por aqui, primeiro, não se sabe “quantos funcionários” serão admitidos e segundo, qual a remuneração de cada um ou a média. Explico: O tiro pode sair pela culatra pois a admissão de menos funcionários com salário MAIOR, pode ultrapassar o que se paga aos 3 mil que serão dispensados. Como não acredito em governo, lanço esta duvida tenebrosa para a gente ver o que vai acontecer posteriormente, isto é, se não houver manipulações.

  2. Neste governador eu boto fé.
    Porem o e de Pernambuco é um safado petista descarado.
    O pessoal da Lava Jato deveria passar um tempo em Pernambuco e ver as contas do governo e das prefeituras.
    Ver também a farra na assembleia legislativa e nas câmaras dos vereadores dos municípios , parece um cemitério , só tem fantasmas.

Deixe uma resposta