Sergio Moro defende decreto de Bolsonaro para flexibilizar porte de armas

Após Bolsonaro declarar que irá, por meio de decreto presidencial, flexibilizar o porte de armas para o cidadão de bem, foi a vez de Sergio Moro se posicionar.

Em informação da Folha, Sergio Moro foi quem sugeriu a medida como prioritária para os cem dias de governo. Com a flexibilização via decreto, o debate não precisa ser realizado pelo Congresso.

Uma maior facilidade no registro das armas de fogo por parte do cidadão de bem foi uma das bandeiras de Bolsonaro durante a campanha. Além do decreto, ainda existe a proposta de reformular o Estatuto do Desarmamento.

Informação da Folha.

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

3 Comentários em Sergio Moro defende decreto de Bolsonaro para flexibilizar porte de armas

  1. Acho isso de extrema importância, para o cidadão de bem, ter o direto de defesa da sua família, já que os marginais estão armados até os dentes, e isso pode, como conseguem andar armados e se achando no direito de meter o terror.
    BASTA DE HIPOCRISIA.
    AVANÇA BRASIL.

Deixe uma resposta para Dartagnan Cancelar resposta